Estudo associa padrão sanguíneo em pessoas com Covid longa à dificuldade em se exercitar

Por A Voz da Região em 24/05/2022 às 18:28:12
O índice elevado de marcadores relacionados à coagulação do sangue em pessoas com covid longa podem indicar dificuldade para realizar exercícios físicos, segundo um estudo publicado neste mês no periódico Blood Advances.

De acordo com o VivaBem, do Uol, a análise acompanhou 3330 pessoas com sintomas persistentes três meses após a infecção pelo coronavírus, sendo que uma parcela de 83% não precisou de internação.

Através do estudo, os pesquisadores notaram que cerca de 20% das pessoas apresentaram rendimento físico abaixo do esperado. Do percentual, 55% tinham níveis de VWF/ADAMTS 13 igual ou superior a 1,5, que não é diretamente associado à covid longa, mas indica dificuldades para se exercitar. A proteína von Willebrand (VWF), atua na formação de coágulo, em proporção com a ADAMTS13, responsável por diminuir essa atividade.

Conforme os estudiosos, a formação de coágulos pode impactar nos níveis de nutrientes e oxigênio, causando sintomas da covid longa, como fadiga, dores de cabeça e musculares, além de confusão mental.

Comunicar erro
TS EVENTOS BANNER 728X90 LOCAL 2

Coment√°rios

ACEND BANNER 728X90