Sobre aborto, OMS diz que 'todas as mulheres devem ter direito de escolher'

Por A Voz da Região em 30/06/2022 às 22:13:18

A Organização Mundial da Saúde reafirmou seu posicionamento sobre o aborto seguro durante entrevista coletiva nesta quarta-feira (29). O tema voltou à tona após os Estados Unidos derrubarem o direito federal ao procedimento. As informações são do Portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias.

"Todas as mulheres devem ter o direito de decidir quando se fala do seu corpo e da sua saúde. Ponto final. Aborto seguro é cuidado de saúde. Ele salva vidas. Restringi-lo só leva mulheres e meninas a procedimentos inseguros, que resultam em complicações a até a morte. A evidência é irrefutável", afirma o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Tedros afirmou ainda que as populações com maior impacto com a limitação do acesso ao aborto seguro são as mulheres pobres de comunidades marginalizadas. Segundo a cientista-chefe da entidade, Soumya Swaminathan, negar o acesso à interrupção da gravidez em serviços de saúde é como dificultar que uma pessoa receba um remédio que pode salvar sua vida.

O diretor-geral da OMS afirma que essa é uma decisão sobre a vida e o futuro da mulher, e que não é uma opinião, mas sim um fato comprovado por pesquisa. Ghebreyesus declarou ainda estar preocupado com o impacto global da decisão dos EUA, e a considera um retrocesso.

Comunicar erro
TS EVENTOS BANNER 728X90 LOCAL 2

Coment√°rios

ACEND BANNER 728X90