Conheça a história da banda mais contratada para o São João da Bahia

Grupo surgiu em Serrinha, em 2018, e fará 40 shows em junho, sendo 25 na Bahia

Por Gil Santos em 06/06/2024 às 11:47:41

Talvez você nunca tenha ouvido falar deles ou talvez já seja fã, mas o fato é que a Milsinho Toque Dez é a banda mais contratada do São João da Bahia em 2024. No total, 25 prefeituras informaram ao Painel de Transparência dos Festejos Juninos que assinou contrato com o grupo, que toca arrocha, mas que promete um repertório especial no ritmo de forró para os festejos juninos.

A banda surgiu em Serrinha, em 2018, quando o vocalista Milsinho convidou três amigos para tocar o projeto. No início o nome era apenas Toque Dez, o grupo era formado por jovens na casa dos 20 anos e o sucesso foi quase imediato. Sem recursos para pagar estúdio, os músicos ensaiavam na casa de um deles. Com o passar do tempo foram ficando conhecidos e novos convites foram surgindo.

No ano passado, o nome do vocalista foi agregado a banda que passou a se chamar Milsinho Toque Dez. Foram 22 show em junho em 2022, no Brasil. Este ano, serão 40 apresentações, sendo que 25 delas em cidades baianas. O sócio e fundador da banda, Mizinho Produções, contou que o grupo tem feito uma média de 18 a 21 shows por mês e comentou sobre as expectativas para os festejos de São João.

"Somos uma banda de arrocha romântico, mas nesse período do ano adaptamos o repertório para o tema da festa, o forró, porque a gente tem que valorizar a cultura nordestina. Está sendo o melhor junho, vamos nos apresentar nas grandes festas da Bahia e de fora, como no São João de Campina Grande, na Paraíba", explicou Mizinho.

No palco são nove músicos, mas a equipe toda é composta por 28 pessoas. Mizinho contou que o grupo deu prioridade para profissionais que são de Serrinha e que apenas um fotógrafo, um produtor, um técnico de som e um músico não são conterrâneos, mas são baianos. O cachê da banda alterna de R$ 150 mil a R$ 200 mil.

O Painel de Transparência dos Festejos Juninos é uma ferramenta criada pelo Ministério Público da Bahia (MP) em parceria com os Tribunais de Contas do Estado (TCE) e dos Municípios (TCM) onde as prefeituras informam as despesas com a contratação de artistas. Este ano, 171 municípios já se manifestaram, sendo que 162 confirmaram atrações e nove avisaram que não farão festa. O investimento será de R$ 195 milhões, com 1.615 apresentações e 791 artistas.

Fonte: Correio da Bahia

Comunicar erro
outlet

Comentários