Filho Ă© preso suspeito de espancar e matar a própria mãe

O homem segue custodiado no Complexo Policial do Sobradinho, à disposição da justiça.

Por POR MAYLLA NUNES em 20/05/2024 às 11:52:20

Após a morte da agricultora Zenilda Barbosa da Costa, de 54 anos vítima de espancamento, no distrito de Maria Quitéria, em Feira de Santana, equipes da Polícia Civil, ainda no domingo (19), cumpriram um mandado de prisão preventiva contra o filho dela. Ele é o principal suspeito de espancar e matar a vítima.

De acordo com a Polícia Civil, após a informação da morte de Zenilda, as equipes localizaram o autor e testemunhas, que foram ouvidas. O suspeito foi interrogado e por não estar em situação de prisão em flagrante, foi representada a prisão preventiva.

O Acorda Cidade obteve mais informações, com a delegada titular da 2ÂȘ Delegacia Territorial (DT), Lorena Almeida. Ela deu detalhes de como ocorreu o crime, registrado na última semana.

delegada titular da 2ÂȘ Delegacia Territorial (2ÂȘ DT)
Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

"Essas lesões foram praticadas no domingo da última semana, 12 de maio, Dia das Mães. O autor praticou agressões e desferiu golpes de arma branca contra a sua genitora, dona Zenilda de 54 anos na zona rural do distrito de Maria Quitéria. Ontem, a vítima evoluiu para óbito. A Polícia Civil foi informada e imediatamente empreendeu diligĂȘncias no sentido de localizar o autor e testemunhas do crime", disse.

A delegada Lorena Almeida ainda destacou que o autor negou que tenha praticado as agressões contra a própria mãe.

"O autor negou as agressões, alegou que teria discutido com a sua mãe e teria se defendido dela, mas que não a agrediu e não praticou lesões de arma branca contra ela", contou.

O homem segue custodiado no Complexo de Delegacias do Sobradinho à disposição da justiça.

Segundo caso de filho que mata genitores do distrito de Maria Quitéria

A morte de Zenilda, é o segundo caso de filho que mata o genitor registrado no município de Feira de Santana e no distrito de Maria Quitéria. No último dia 7 de maio, o pedreiro José Amorim Pires, de 50 anos, foi assassinado por volta de 18h30, na Rua Arthur Alves Freitas, no distrito de Maria Quitéria em Feira e Santana. Ele foi atingido por golpes de faca e marretadas desferidos pelo seu próprio filho. O corpo de José foi encontrado no banheiro da residĂȘncia onde morava e estava usando uma toalha. Ele apresentou lesões no braço esquerdo, abdômen, tórax, ombro direito e cabeça. A reportagem do Acorda Cidade apurou que o autor tem 21 anos, faz uso de medicamentos controlados e jĂĄ tentou matar a mãe e um irmão. Após um surto psicótico, ele matou o pai.


Fonte: Acorda Cidade

Comunicar erro
outlet

ComentĂĄrios