Quatro pessoas assassinadas em Feira de Santana no fim de semana prolongado da Semana Santa

As autorias e motivações destes assassinatos serão investigadas pela Delegacia de Homic√≠dios. A população pode auxiliar por meio de den√ļncias anônimas.

Por , POR ANDREA TRINDADE em 01/04/2024 às 11:17:43

Quatro pessoas foram assassinadas em Feira de Santana durante o fim de semana. Os crimes ocorreram no s√°bado e no domingo de P√°scoa. Uma das vítimas foi identificada como Josuel Santana Brandão, 34 anos. Ele foi morto a tiros na noite de domingo (31), na Rua Miguel Calmon, bairro Jardim Cruzeiro. Os tiros atingiram a cabeça, pernas, braços e costas. Moradores relataram que ouviram v√°rios disparos. O delegado André Ribeiro, que estava no Plantão Central, realizou o levantamento cadavérico. Até o momento não h√° outras informações sobre este homicídio.

Fraternidade

Jovem de 23 anos é assassinado
Foto: Redes Sociais

Também na noite de domingo foi assassinado a tiros, Izael Anunciação do Carmo, de 23 anos. O crime aconteceu na Rua Salmo 34, localizada no Conjunto Fraternidade. De acordo com a Polícia Civil, o jovem foi atingido por disparos de arma de fogo na região da cabeça e costas (leia mais aqui).

Queimadinha

Upa da Queimadinha
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

J√° na tarde de s√°bado (30) foi morto a tiros, o adolescente Pedro Ricardo Araújo de Lima, de 17 anos. Segundo a polícia, ele morreu por volta das 16h, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Queimadinha. A ocorr√™ncia policial não informa a localidade exata onde o jovem foi baleado. De acordo com informações obtidas pelo Acorda Cidade através da Polícia Civil, ele foi atingido na região do tórax e socorrido por moradores para a unidade de atendimento, mas não resistiu (leia mais aqui).

BA-052

Kaio de Oliveira Santos, de 20 anos, morreu no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), vítima de tiros. Ele foi baleado na tarde de s√°bado na BA-052. Não foram fornecidas outras informações sobre o caso. As autorias e motivações destes assassinatos serão investigadas pela Delegacia de Homicídios. A população pode auxiliar por meio de denúncias anônimas através do Disque Denúncia 181.

Com informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade.

Fonte: Acorda Cidade

Comunicar erro
outlet

Coment√°rios